Dez 08

Setubal 0 Sporting 2Desde a chegada de Carvalhal, que o sistema táctico se tem desdobrado entre o 4×2x3×1 e o 4×1x3×2. A equipa tem mostrado fases de jogo interessantes mas faltam jogadores para fazer alguns lugares. Nota-se ainda que alguns jogadores subiram de forma - Veloso e Moutinho, por exemplo; percebe-se que Izmailov veio dar outra profundidade de jogo, que Vukcevic faz falta e que Matias tem que estar bem fisicamente para mostrar todo o seu futebol e Pereirinha tarda em estar em forma (nada lhe sai bem).

Liedson volta a ser o matador que se conhece. Postiga não consegue marcar um golo- impressionante a falta de confiança. A defesa esteve bem, mas penso que precisa ser reforçada.
Rui Patrício vai continuar a ser o titular, pois julgo que Stoijkovic não foi inscrito na Liga portuguesa.

Foi um jogo difícil - Setúbal é um campo tradicionalmente complicado - e a vitória foi justa e merecida.

Não percebi aquele lance no final do jogo - em todo o caso a bola estava fora - e já ouvi dizer que o jogo poderá der repetido.
Falta de categoria destes árbitros e afins - nunca estão onde devem estar, nunca conseguem dirigir um jogo sem casos.

Dez 02

Sporting 0 BENFICA 0Em relação a este fim-de-semana desportivo que acaba de terminar, direi duas ou três coisas conforme prometido…

Em primeiro lugar saudar o regressado líder isolado, o Braga. Como sabem fui daqueles que sempre desconfiou das capacidades de Domingos Paciência para liderar um clube com ambições mais altas. Todavia, tenho que dar a mão à palmatória pois o Braga jogou bem, criou muitas oportunidades e venceu por 2-0 não permitindo qualquer golo ao Leiria. Obviamente o Braga tem uma boa equipa, mas o maestro tem sempre responsabilidades.

Em relação ao Porto, deixem-me que vos diga que ficou mais uma vez provado que esta equipa não é o mesmo colosso de há uns tempos atrás… A exibição foi sofrida e o resultado muito agradável, mas arrancado a ferros. Não me parece que o Porto tenha neste jogo voltado às boas exibições e por este andar vai perder mais pontos…

Em relação ao grande jogo desta jornada, o Sporting/BENFICA começo logo por aquilo que pode ser a conclusão: O BENFICA não esteve à altura do que já mostrou esta época e o Sporting fez a melhor exibição da época!
O BENFICA vem nos habituando a exibições recheadas de golos (bem… ultimamente não…) e com uma característica que faz muita diferença: a rapidez e lucidez nas transições defesa/ataque que semeiam o pânico nas defesas contrárias. Neste jogo, o BENFICA não conseguiu impor essa rapidez, perdendo o meio do campo, e daí ter criado menos oportunidades de golo do que seria normal. Pelos vistos o Nuno Presume tinha toda a razão quando numa crónica da Rádio Renascença dizia que o BENFICA teria que ter atenção com o Inverno, com campos pesados onde a técnica é mais difícil de evidenciar! Este pior ainda dada a natural e já habitual deficiente condição do relvado! Ainda houve oportunidades que foram escandalosamente falhadas… Não queria falar de jogadores em particular mas não posso de lamentar a falta de rendimento do DI MARIA, sem explosões, sem acertar passes, sem grandes remates. Penso que FÁBIO COENTRÃO poderia muito bem ter substituído o DI MARIA ao intervalo e não entrando a 7 minutos do fim…
O Sporting esteve muito bem para aquilo que vinha mostrando até aqui. A equipa jogou como “equipa” e os resultados mostraram-se fazendo com que o resultado previsível e esperado não acontecesse… Além disso o Sporting teve também boas oportunidades para marcar. Destaco claramente as novas instruções tácticas do Carvalhal. O losango já era e pelos vistos resultou. Todavia, não se iludam os sportinguistas com este resultado. É sabido que sempre que o BENFICA e o Sporting se defrontam a condição de uma e outra equipa não tem nada a ver com os resultados. Os jogadores empolgam-se e transfiguram-se mostrando um jogo à parte daquele que vai sendo comum ao longo da época.

Vamos lá ver se o Sporting aguenta esta “equipa” e se o BENFICA volta a subir no poderio ofensivo.

Dez 02

Sporting 0 BENFICA 0O jogo entre SPORTING e Benfica foi bom, agradável e só faltaram os golos.
Estou inteiramente de acordo com a crónica acima do jornal “O Jogo”: o SPORTING foi a equipa que quis realmente ganhar o jogo, a que teve melhores oportunidades e a que merecia ter vencido.

Este SPORTING de Carvalhal é diferente do de Paulo Bento: jogou em 4×2x3×1, os médios não deixaram jogar Aimar e Di Maria, e isso viu-se no desenrolar do jogo, pois o Benfica não jogou aquilo que costuma jogar. A pressão leonina sobre o condutor do jogo encarnado foi uma realidade durante todo o jogo, e isso foi uma excelente surpresa.
Faltou o golo - que esteve perto - para coroar uma boa exibição de toda a equipa.

Espero sinceramente que o futuro seja risonho - Matias precisa de estar melhor fisicamente, Veloso e Moutinho estão a subir de forma, Adrien é uma certeza, Polga apareceu bem, Izmailov está quase aí - é preciso acertar pontualmente a equipa, com a entrada de jogadores para a defesa e um avançado!
Temos equipa, pois…